NEM AÍ COM CRISE

Com aumentos de até 41% para 16 categorias, ‘trem da alegria’ derruba Temer em pesquisas

O “trem da alegria”, com aumentos de até 41% para 16 categorias de servidores, deve impactar negativamente nas pesquisas de avaliação do governo federal, a serem divulgadas nos próximos dias. A previsão é dos principais cientistas políticos.

Fica difícil entender, até para os empregados, e menos ainda para os 12 milhões de desempregados, a “gentileza” – que rima com fraqueza – do presidente Michel Temer. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Os primeiros levantamentos indicam que aprovação e desaprovação do governo têm empate técnico, mas com “viés de queda” para Temer.

O impeachment criou militância anti-Dilma que ainda favorece Temer, dizem os expert, mas mesmo essa área pode estar em “viés de queda”.

Murilo Hidalgo, diretor do acreditado Instituto Parará, adverte: se Eduardo Cunha se livrar de cassação, o povo culpará Temer.

O entendimento, dizem as pesquisas, é que Temer mantém o serviço público longe da crise, dispensando-o dos sacrifícios exigidos de todos.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *