POLÊMICA DA RGA

Após forte pressão de servidores em greve, Assembleia Legislativa decide convocar 3 secretários

Servidores públicos do Estado em greve desde o dia 31 de maio lotaram ontem (7) a Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

O protesto se estendeu durante todo o dia. Os grevistas acompanharam a sessão vespertina e pressionaram os parlamentares sobre a declaração do secretário de Planejamento, José Bussiki, de que a Casa de Leis foi a responsável por não incluir na Lei Orçamentária Anual (LOA) o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA).

A pressão funcionou. Tanto, que o líder da bancada do PMDB, deputado Emanuel Pinheiro, apresentou requerimento convocando para esclarecimentos na Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária os secretários da equipe econômica do Estado – José Bussiki (Planejamento), Júlio Modesto (Gestão) e Paulo Brustolin (Fazenda). Com Diário de Cuiabá

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *