https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/MAURO-MENDES.jpg

Mendes diz que vai ter de ‘suar sangue’ para manter Upa inaugurada funcionando; VEJA

Mato Grosso Mais

Prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB). Foto: Mato Grosso Mais

O prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), disse, em entrevista à imprensa, na manhã desta quinta-feira (9), que o município vai ter de ‘suar sangue’ para dar conta de manter a nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Pascoal Ramos em funcionamento.

Segundo o prefeito, será necessário R$ 1, 3 milhão para manter a unidade de saúde em pleno funcionamento.

50% desse valor vem da União, 25% do Estado e 25% do município.

Mas em conversa com o Ministério da Saúde, Mendes comentou que o Governo Federal não deve fazer o repasse alegando problemas financeiros.

Com isso, a prefeitura de Cuiabá vai ter de bancar em torno de 75% do custeio, que dá em torno de R$ 975 mil.

Mauro alegou que vai bancar com recursos próprios, mas pontuou que deve fazer cortes em outras áreas da administração municipal para honrar o compromisso.

A informação é que o Ministério da Saúde pediu para o prefeito não fazer a inauguração até que o problema financeiro fosse resolvido.

A UPA foi inaugurada na manhã de hoje pelo prefeito e contou com a presença do governador do Estado, Pedro Taques (PSDB), de várias outras autoridades.

A obra custou seis milhões em uma área de 7,3 mil metros quadrados.

A Unidade de Pronto Atendimento começa a funcionar a partir do dia primeiro de julho, 24 horas por dia.

Localizada no bairro Pascoal Ramos, a unidade vai atender a demanda da região Sul da capital, com aproximadamente 33 bairros e 104 localidades, e uma população de cerca de 150 mil habitantes além de outras regiões e até mesmo municípios da Baixada Cuiabana, como Santo Antônio de Leverger e Barão de Melgaço.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *