https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/04/martelo-judicial-e1519399181402.jpg

QUEDA DE BRAÇO

Saúde e Polícia Civil enfrentam decisão da Justiça e decidem manter greve geral

Divulgação

A categoria da Saúde reunida em Assembleia Geral descentralizada na tarde desta quinta-feira (09) deliberou pela continuidade da greve em MT por maioria esmagadora de votos.

As assembleias ocorreram de forma descentralizada visando dar maior amplitude ao debate e decisão dos servidores da Saúde.

Participaram desta decisão servidores de Cuiabá e das 15 regiões de saúde (Água Boa, Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Colíder, Diamantino, Juína, Juara, Peixoto de Azevedo, Porto Alegre do Norte, Tangará da Serra, Rondonópolis, São Félix do Araguaia, Sinop e Sorriso).

“Diante da ampla maioria dos votos iremos seguir o que pede a categoria da Saúde e dar continuidade a reivindicação da Revisão Geral Anual (RGA) integral, direito este garantidos em lei. Nossa luta é pela manutenção dos direitos dos servidores públicos, visto que se aceitarmos calmamente logo outros direitos serão cerceados”, informou o presidente do SISMA, Oscarlino Alves.

Além dos servidores da Saúde, os servidores da Polícia Judiciária Civil também decidiram manter a greve.

A categoria da Polícia Civil fez assembleia nesta quinta-feira e decidiu manter a greve, alegando que o Governo não fez proposta para pagar a RGA integral.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *