https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/MAURO-MENDES1-e1529956660521.jpg

ELEIÇÕES 2016

Mesmo sem definir candidatura, Mauro Mendes aposta em campanha rápida para se reeleger

Reprodução

O prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), avalia que sua agenda ganhará uma conotação mais política por conta da possibilidade de candidatura à reeleição a partir do mês de julho, quando se estará a 30 dias do encerramento das convenções partidárias.

Pela nova legislação eleitoral aprovada pelo Congresso Nacional, o encerramento do prazo para a escolha dos partidos pelos candidatos se dará no dia 5 de agosto.

“O momento exige concentração na atividade pública, pois estou no exercício do mandato e muitas atividades a desempenhar no dia a dia. A partir do próximo mês, teremos mais liberdade para dialogar com os partidos e aí construir um projeto coletivo de melhorias a Cuiabá”, disse.

No entanto, ao mesmo tempo em que não busca confirmar sua candidatura à reeleição, Mendes avisou que vai manter cautela em relação a uma provável escolha de candidato a vice-prefeito na chapa de reeleição.

“Não tenho a pretensão de definir nada sozinho. Estou disposto ao diálogo republicano e qualquer aliança tem que ser feita pensando no melhor para Cuiabá”.

Em 2012, quando sagrou-se vitorioso na disputa a prefeito de Cuiabá após dois turnos eleitorais, Mendes lidou com o constrangimento de João Malheiros de renunciar ao cargo de vice-prefeito antes mesmo da posse devido à ideia de última hora de permanecer na Assembleia Legislativa e exercer o mandato de deputado estadual, considerado mais vantajoso política e economicamente.

Nas últimas semanas, surgiram dois nomes nos bastidores como potenciais candidatos a vice-prefeito na chapa que seria o empresário do agronegócio Eraí Maggi (PP) e o vereador Haroldo Kuzai (SD), que também é ligado a uma família que mantém atividades empresariais destinada ao comércio de aço em Cuiabá.

Questionado se estaria em busca de alguém com perfil técnico vindo da classe empresarial, o prefeito Mauro Mendes minimiza diz que qualquer discussão neste sentido deverá ser tomada em conjunto pelo seu grupo político.

“São nomes com bons predicados e podem perfeitamente se somar conosco. A vinda para a administração pública requer muita paciência e vontade de contribuir. Não é um processo fácil. No momento, não penso em A ou B para firmar uma aliança. A decisão tem que ser coletiva e não imposta”.

Maior sojicultor do Brasil, Eraí Maggi (PP) revelou que colocou seu nome à disposição do partido para ser o candidato a vice-prefeito na chapa do prefeito Mauro Mendes (PSB), na eleição que ocorre em outubro.

Caso o projeto político do megaprodutor se concretize, será a primeira vez que disputará um cargo público.

Eraí fala que apesar de ser uma decisão que o partido terá que tomar futuramente, de qualquer maneira, o PP irá apoiar a reeleição do atual prefeito.

“Independente da escolha do vice, o PP irá apoiar o Mauro, que se mostra um excelente prefeito. Cuiabá ganhou um presente com a gestão atual. Eu me coloco à disposição para ajudar Cuiabá”.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *