https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/06/FEIJÃO.jpg

PEDRA PRECIOSA

Seca faz preço do feijão subir e produto é comparado a ‘ouro’; veja memes

O feijão carioca, um dos itens básicos da alimentação das famílias brasileiras, já é considerado o vilão da cesta básica por especialistas que monitoram o custo de vida. Problemas com a seca têm feito os preços dispararem.

E a situação deve piorar. O custo do quilo nos supermercados poderá chegar a R$ 12, nos próximos meses.

Em relação ao valor já cobrado hoje, de até R$ 8, a alta ainda será de 50%. Segundo o Instituto Brasileiro do Feijão, a variação do valor da saca de 60 quilos do carioquinha chegou a 221%, de janeiro a maio deste ano.

O preço do feijão preto, preferido dos cariocas, também sofrerá um novo aumento, podendo chegar a R$ 8 o quilo, já em julho.

Segundo a Bolsa de Gêneros Alimentícios, o produto já é vendido a R$ 5, com tendência de alta nas próximas semanas.

A elevação daqui para frente, portanto, deverá ser de 60%. De abril a maio, o custo da saca de 60 quilos variou 100%.

— Os lugares do país que mais consomem feijão vão sofrer com a alta, que inevitavelmente será repassada aos consumidores. Os preços ficarão altos ao longo deste ano — disse Marcelo Luders, presidente do Instituto Brasileiro do Feijão.

A elevação acelerada nos preços está associada a questões climáticas que prejudicaram produtores do Paraná, do Centro-Oeste e do Norte de Minas Gerais, de acordo com Sandra Hetzel, analista de mercado da consultoria especializada Unifeijão.

O alimento foi um dos que pesaram na alta do custo de vida do mês passado, no Brasil. A inflação do produto medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de abril foi de 4%.

— Já falta produto nos mercados, logo, o feijão fica mais caro ao consumidor. É reação em cadeia — disse Sandra.

Uma saca de 60 quilos do carioquinha, que era vendido à indústria por R$ 140, em janeiro, chegou a R$ 450, em maio.

No caso do feijão preto, de abril para maio, o preço da saca foi de R$ 115 para R$ 230. As informações são do Extra

Preço do feijão gera memes nas redes sociais, em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/Facebook)

Preço do feijão gera memes nas redes sociais, em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/Facebook)

Preço do feijão gera memes nas redes sociais, em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/Facebook)

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *