SEXTA-FEIRA DE TERROR

Opositor ao Governo, Emanuel Pinheiro culpa governador e secretário de Segurança por ataques

O deputado Emanuel Pinheiro (PMDB) emitiu um posicionamento, via mídia social, de forma dura contra o Governo do Estado por conta dos ataques desta sexta-feira (10) à noite em Cuiabá e Várzea Grande. Leia mais aqui.

Opositor ao Governo Taques, Pinheiro lançou há várias semanas a ideia do Estado ter a presença da Força Nacional em Mato Grosso.

Pedro Taques, esta semana, chegou a dizer que a atitude do parlamentar era de tentar desmoralizar a Segurança Pública.

Na nota, Pinheiro chegou a acusar o governador Pedro Taques (PSDB) e o secretário de Segurança Pública, Rogers Jarbas, “pela omissão, insensibilidade e irresponsabilidade quando politizaram uma realidade tão grave que lida com a vida das pessoas como denunciei”, diz trecho da nota.

Boa noite, amigos! Essa noite o terror toma conta de Cuiabá e Várzea Grande. É inadmissível que a população das duas principais cidades do estado se torne refém da onda de violência, em que as pessoas de bem ficam trancadas dentro de casa e os bandidos dominam as ruas. Responsabilizo o governador e o secretário de segurança pela omissão, insensibilidade e irresponsabilidade quando politizaram uma realidade tão grave que lida com a vida das pessoas como denunciei. Temos que ir para cima e mostrar a nossa união contra a bandidagem. Por isso, criei o movimento Força Nacional de Segurança Já, um abaixo-assinado para que o governo do estado se sensibilize e acione a força auxiliar.

Emanuel Pinheiro
Deputado Estadual

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *