https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/04/valtenir1-e1500301973111.jpg

ELEIÇÕES 2016

Presidente do PSB diz que candidatura de Valtenir “não fede nem cheira”

Divulgação

O presidente municipal do PSB de Cuiabá, Suelme Evangelista, disse que a candidatura de Valtenir Pereira (PMDB) à prefeitura da Capital “não fede nem cheira”.

Segundo o mandatário da agremiação, o peemedebista já está desgastado frente à sociedade cuiabana, uma prova disso, segundo ele, seria a quantidade de votos que o deputado federal conseguiu na última eleição.

Em 2010, ainda no PSB, Valtenir Pereira foi eleito com 101 mil votos para deputado federal, sendo o terceiro mais bem votado, perdendo para Wellington Fagundes (PR), com 145.460 mil votos, e Carlos Bezerra (PMDB), com 112.421 mil votos.

Já em 2014, Valtenir Pereira por muito pouco não se reelege deputado federal.

Em último lugar, dos oito eleitos, Pereira conseguiu 62.923 mil votos, uma queda vertiginosa nas urnas. Nesse ano, Valtenir foi eleito pelo Pros.

A falta de fidelidade partidária é um outro problema que persegue o parlamentar.

Valtenir já foi PT, PSB, PR, Pros, PMB, e agora desembarca no PMDB com o aval da sigla para ser candidato a prefeito da capital de Mato Grosso.

Os dirigentes, estadual e municipal, e Lideranças do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), juntamente com os deputados estaduais da legenda, se reuniram na manhã de ontem e definiram por Valtenir Pereira.

“Reunimos os deputados para fechar questão das eleições estaduais. Discutimos sobre vários municípios, mas Cuiabá foi a principal pauta. Decidimos que o deputado federal Valtenir Pereira será o candidato do PMDB. Vamos começar, a partir de agora, fazer a pré-campanha, conforme a legislação permite”, disse Clóvis Cardoso, presidente municipal do PMDB.

O apoio de outros partidos também foi tema de discussão. Um amplo arco de alianças dará sustentação à candidatura de Valtenir.

Resta saber se Valtenir Pereira vai entrar na disputa para ganhar, ou se apenas fará número, para voltar a ser lembrado pela sociedade cuiabana do seu nome, já pensando em 2018 para uma nova reeleição.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *