https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/DEPUTADO-EMANUEL-PINHEIRO.jpg

GAECO

Pinheiro convoca diretor da Polícia Civil para explicar situação de delegados

Reprodução

Visando buscar explicações sobre a retirada de delegados cedidos ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o deputado estadual e vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, Emanuel Pinheiro (PMDB), decidiu convocar o diretor geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC/MT), Adriano Peralta, a prestar esclarecimentos ao Legislativo Estadual. No entanto, o Estado já recuou da intenção.

O encontro servirá, também, para avaliar o momento de insegurança e aumento da criminalidade em Mato Grosso, além de apresentar o que vem sendo feito pelo órgão para tentar coibir a ação dos bandidos.

Pinheiro tem defendido a convocação da Força Nacional de Segurança para promover um verdadeiro choque de ordem no Estado.

De acordo com a PJC, existem atualmente 235 delegados ativos, sendo que 5 estão licenciados, 11 gozando férias e 2 afastados.

Ao todo, 11 profissionais estão cedidos para outros órgãos, como o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), onde estão lotados os delegados Arnon Osny Mendes Lucas e Fernando Martin Lopes.

Já no Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), um dos que ocupam cargos comissionados é o delegado Fausto Freitas, atual presidente do órgão, além do próprio secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas.

Já os delegados Wylton Massao Ohara e Carlos Américo Marche estão cedidos ao Gaeco e o futuro de um deles será decidido nesta terça-feira (05), pelo Conselho Superior da Polícia Civil.

“Estes profissionais vêm desempenhando um trabalho, no combate a corrupção e ao crime organizado, digno de reconhecimento dentro do Ministério Público do Estado (MPE), para toda sociedade. O que queremos saber é se outros delegados cedidos também serão remanejados ou se isso se trata de uma ação isolada”, pontuou.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *