QUANDO FOI DEPUTADO

Silval Barbosa deixa CCC para ser ouvido pela Justiça de Mato Grosso em crime de peculato

O ex-governador Silval Barbosa (PMDB) deve deixar a cadeia, nesta terça-feira (5), para ser ouvido pela juíza Selma Rosane de Arruda, da Sétima Vara Criminal, a partir das 13h30, no Fórum Criminal da Capital.

A ação é decorrente do período em que Silval foi deputado estadual na Assembleia Legislativa do Estado.

O ex-governador é acusado de ter desviado dinheiro público da ALMT, por meio de pagamentos a gráficas de fachada, entre os anos de 1999 e 2003.

Silval responde ao processo por crime de peculato, lavagem de dinheiro e destruição de documentos.

O caso foi encaminhado inicialmente à Justiça em Mato Grosso, em 2007, mas por causa do foro privilegiado de Silval e de outros réus, a denúncia foi oferecida ao Superior Tribunal de Justiça pelo Ministério Público Federal em 2010.

Em 2011, o processo foi desmembrado e alguns deles passaram a ser julgados pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, por alguns réus na época estarem exercendo os cargos de deputados estaduais.

Silval está preso no Centro de Custódia de Cuiabá desde o dia 17 de setembro do ano passado.

Ele é acusado pela Delegacia Fazendária de Mato Grosso de liderar um suposto esquema envolvendo incentivos fiscais durante a sua gestão no Palácio Paiaguás. Com G1/MT

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *