ALFINETADAS

Silval diz não saber o que é RGA e que em seu governo o salário era pago em dia

O ex-governador Silval Barbosa (PMDB) deixou o Centro de Custódia de Cuiabá, nesta terça-feira (5), para ser ouvido pela juíza Selma Rosane de Arruda, da Sétima Vara Criminal, no Fórum Criminal da Capital, mas a oitiva acabou não acontecendo.

A juíza deve ouvir Silval Barbosa após colher o depoimento do ex-deputado estadual e hoje conselheiro do TCE, Sérgio Ricardo.

A ação é decorrente do período em que Silval foi deputado estadual na Assembleia Legislativa do Estado.

O ex-governador é acusado de ter desviado dinheiro público da ALMT, por meio de pagamentos a gráficas de fachada, entre os anos de 1999 e 2003.

Silval responde ao processo por crime de peculato, lavagem de dinheiro e destruição de documentos.

Na saída, Silval falou com jornalistas sobre a vida no cárcere e aproveitou para alfinetar o atual governador, Pedro Taques (PSDB), sobre a condução das obras no Estado e o pagamento da RGA.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *