CONSIGNUM

Pinheiro convoca Vandoni e quer explicações sobre prorrogação de contrato com empresa alvo da Defaz

O deputado estadual Emanuel Pinheiro (PMDB) apresentou um requerimento, na sessão desta quinta-feira (7) para que a secretária do Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção, Adriana Vandoni, preste esclarecimentos sobre a prorrogação de contratos do governo do Estado com a empresa Consignum, especializada em crédito consignado em folha.

A empresa é alvo da ‘Operação Sodoma 2’, deflagrada no último dia 11 de março pela Delegacia Fazendária.

A suspeita do Ministério Público do Estado (MPE) é um suposto pagamento de propina para membros do governo no governo Silval Barbosa (PMDB).

São réus do processo o advogado e ex-secretário estadual de Administração César Zílio; o ex-secretário estadual de Fazenda Marcel de Cursi; o ex-secretário-chefe da Casa Civil Pedro Nadaf; e uma ex-assessora de Nadaf na presidência da Federação do Comércio de Mato Grosso (Fecomércio), Karla Cecília de Oliveira Cintra.

“A intenção é saber se o Gabinete tomou alguma providência com relação a alertar ou evitar à prorrogação deste contrato, já que foi editado, no último dia 15 de abril, pelo governo, o Decreto 522 – que regulamenta a Lei Federal nº 12.846/2013, chamada de ‘Lei Anticorrupção’ -, prevendo a aplicação de sanções e medidas de responsabilização de pessoas jurídicas, pela prática de atos contra a Administração Pública”, justificou o parlamentar.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *