https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/TABORELLI.jpg

TENTATIVA DE ASSALTO

2 são presos acusados de participar de quadrilha que trocou tiros com Taborelli

A Polícia Judiciária Civil prendeu mais dois envolvidos na tentativa de assalto ao assessor do deputado estadual, coronel PM, Pery Taborelli (PSC), ocorrida na noite de 05 de julho, no bairro Jardim das Américas, em Cuiabá.

No final da manhã desta segunda-feira (11.07), a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) prendeu dois suspeitos em um hotel, no município de Várzea Grande.

Os dois presos estavam com mandados de prisão temporária, decretados pela Justiça, por roubos praticados na companhia de outros membros da quadrilha, em bairros nobres da capital.

Ambos os suspeitos participaram da tentativa de assalto, que foi impedida pelo parlamentar, ao trocar tiros com os bandidos.

Além dos dois presos hoje, a Polícia Civil conseguiu prender mais quatro suspeitos de terem participado da ação.

Os seis rondavam o bairro, em um Voyage, esperando a oportunidade de cometer mais um roubo, quando viram um veículo sendo estacionado em uma casa. Assim que o portão abriu, três dos bandidos armados renderam a vítima.

O deputado, que vinha em seu veículo logo atrás do assessor, ao parar o automóvel percebeu a situação e reagiu ao assalto. Houve troca de tiros e um dos acusados foi atingido na região abdominal.

No mesmo quarto de hotel, policiais da Derf Cuiabá prenderam em flagrante mais um homem, que é o sétimo integrante da quadrilha investigada pela Polícia Civil em mais de dez roubos em residências e também no latrocínio do agente do Sistema Socioeducativo, Sidney Carlos da Silva Alves.

De acordo com a Delegacia, esse suspeito não participou da tentativa de assalto contra o assessor do deputado, mas está envolvido em outros crimes cometidos pelo grupo.

Em buscas na residência dele, os policiais apreenderam uma pistola calibre 40, dois talonários de cheques (um com todas as folhas); dois documentos de veículos, uma agenda em nome de uma possível vítima; números de telefone celular de advogados na Bolívia e processos criminais que correm na Bolívia, além de cópias de alvarás de solturas de membros da organização criminosa.

Os três presos no hotel serão autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso compartilhado e receptação.

Eles também serão indiciados por associação criminosa e tentativa de roubo qualificado, ao final do inquérito policial.

A investigação da tentativa de roubo no bairro Jardim das Américas é presidida pela delegada Jannira Laranjeiras Siqueira Campos, que informou que deverá concluir o caso nesta semana.

A delegada acrescentou que segue investigando a organização criminosa em outros roubos cometidos em Cuiabá.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *