https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/urna-eletrônica-e1477856613305.jpg

ELEIÇÕES 2016

Cuiabá já tem quatro pré-candidatos para disputar prefeitura da Capital

DIÁRIO DE CUIABÁ - KAMILA ARRUDA
redacao@matogrossomais.com.br

A disputa pelo comando do Palácio Alencastro já conta com quatro pré-candidatos. Trata-se do ex-juiz federal Julier Sebastião (PDT), do deputado federal Valtenir Pereira (PMDB), de Procurador Mauro (Psol) e do prefeito Mauro Mendes (PSB), que deve tentar a reeleição em outubro deste ano.

Além desses que já estão com sua pré-candidatura colocada, o PTB e o PRB também tentam emplacar uma candidatura própria com os nomes do empresário Donizette Castrilon e da ex-senadora Serys Marly, respectivamente.

Devido ao fato de já estar à frente do Palácio Alencastro, o socialista é o favorito entre os pré-candidatos. Ele, entretanto, ainda faz mistério sobre a sua candidatura.

Apesar disso, pessoas ligadas a ele já trabalham nos bastidores costurando a sua reeleição. Prova disso é que o secretário de Governo do município, Kleber Lima deixou o cargo na última semana para se dedicar à campanha, devido à proximidade das convenções partidárias.

Mendes foi eleito em 2012 após enfrentar o segundo turno contra o ex-vereador Lúdio Cabral (PT). Em uma disputa acirrada, o socialista teve 54,65% dos votos válidos, contra 45,35% do petista.

Se, de fato, encarar a reeleição no pleito deste ano, o chefe do Executivo municipal deverá contar com o apoio do governador Pedro Taques e de toda cúpula tucana.

Nos bastidores, a conversa é de que a legenda será responsável por indicar o vice na chapa encabeçada por Mendes.

No entanto, o desgaste em torno de Taques devido ao não pagamento integral do Reajuste Geral Anual (RGA) aos servidores públicos pode ter afastado o PSB do PSDB.

Prova disso é que o Partido Progressista (PP) já trabalha com a possibilidade de indicar o presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Haroldo Kuzai (SD), como vice de Mendes.

Desta forma, caso a aliança entre os socialistas e os tucanos não avance, o PSDB não descarta a possibilidade de vir a lançar candidatura própria.

Outro político que deve encarar a disputa rumo ao Palácio Alencastro em outubro é o ex-juiz federal Julier Sebastião.

O PDT deve bater o martelo sobre a sua candidatura no próximo dia 30, durante convenção partidária.

O pedetista ensaia sua entrada na vida pública desde 2014, quando deixou a magistratura na tentativa de ser candidato ao governo do Estado.

Na época, ele se filiou ao PMDB, que optou por apoiar a candidatura de Lúdio Cabral.

Agora no PDT, Julier deve contar com o apoio do PT, que inclusive deve indicar o vice em sua chapa.

Visando maior participação feminina na política cuiabana, os petistas analisam a possibilidade de indicar a professora Enelinda Scala ou Jucy Ribeiro.

O lançamento da candidatura do ex-juiz federal deve contar com a participação do ex-ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, e o ex-ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes, considerado pré-candidato à presidência da República.

Além de Mendes e Julier, Procurador Mauro também não deve ficar de fora da disputa. No dia 23 deste mês, o Psol lançará oficialmente sua candidatura a prefeito.

Com o apoio de oito partidos, o deputado federal Valtenir Pereira também pretende encabeçar uma chapa na disputa majoritária deste ano. Entre as legendas estão DEM, PMB e PTdoB.

A eleição municipal acontece no dia 2 de outubro deste ano. Além do prefeito, os eleitores também deverão escolher vereadores.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *