https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/revólver.jpg

SE DEU MAL

Menor assalta mãe de PM e morre baleado pelo policial em Mato Grosso

Divulgação

Um adolescente de 17 anos morreu nesta quinta-feira (14) depois de assaltar a mãe de um policial militar, na cidade de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

Segundo informações da Polícia Militar e da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a mãe do PM pediu ajuda ao filho ao chegar em casa, momentos após ser assaltada perto da residência.

O PM perseguiu o adolescente.

O suspeito, armado, tentou atirar contra o PM e acabou baleado.

De acordo com a DHPP, o caso foi registrado no Bairro Figueirinha, em Várzea Grande.

O adolescente abordou uma outra vítima, também mulher, que andava pela rua do bairro.

Ele roubou a bolsa, o celular e pertences dessa mulher.

Em seguida, conforme a polícia, o adolescente abordou a segunda vítima – mãe do policial – que correu para casa e pediu socorro ao filho que estava na residência.

O policial, que é soldado e atua na Ronda Ostensiva Tático Metropolitana (Rotam), ligou para a polícia e pediu reforços, informando que a mãe dele tinha sido assaltada.

Os vizinhos do PM deram informações que ajudaram a encontrar o adolescente na região.

O policial, na tentativa de fazer a detenção do suspeito, decidiu procurá-lo, até que o localizou em uma casa abandonada.

Conforme a PM, o militar verbalizou com o adolescente e ordenou que parasse e se entregasse.

No entanto, o adolescente sacou um revólver, apontou para o soldado e pressionou o gatilho da arma.

O PM atirou e atingiu o adolescente. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada, porém, os médicos constataram que o adolescente havia morrido.

A bolsa da primeira vítima foi encontrada perto do local onde o adolescente foi baleado.

A arma do policial foi entregue para perícia, assim como o revólver, calibre 38, que o adolescente usava.

A PM diz que checou e verificou que o adolescente tinha sete antecedentes criminais por roubo, ameaça, uso de droga, tráfico de droga e ameaça.

Segundo o delegado André Renato Gonçalves, da DHPP, o PM disse que o adolescente tentou atirar contra ele e que a arma do suspeito falhou.

Temendo ser atingido primeiro, o soldado afirmou que revidou e atirou contra o adolescente.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *