PREFEITURA DE CUIABÁ

Pesquisa do PMDB deve decidir entre Valtenir Pereira ou Emanuel Pinheiro

Uma pesquisa qualitativa e quantitativa, contratada pelo PMDB e que deve ficar pronta até a quarta-feira (20) desta semana, vai indicar quais potenciais candidatos da sigla teriam mais votos na disputa municipal à Prefeitura de Cuiabá, pelo menos inicialmente.

Além de votos, a pesquisa vai mostrar índices de aceitação e rejeição. Isso deve resolver o impasse que se criou em torno dos nomes do deputado federal Valternir Pereira ou do deputado estadual Emanuel Pinheiro.

Enquanto a pesquisa não sai, o deputado federal Valtenir Pereira afirma veementemente que ele é o único pré-candidato e que terá o nome confirmado nas convenções partidárias do PMDB com data marcada para 5 de agosto.

“Qualquer coisa diferente disso é especulação, é malandragem”, comenta Pereira, se referindo ao grupo de apoio de Mauro Mendes (PSB), que estaria espalhando esse tipo de boataria, para enfraquecê-lo.

“Já estou andando nas ruas da capital e vendo que não fizeram nada do que prometeram, que Mauro Mendes não é o bam-bam-bam que disse que era, os bairros estão abandonados, a saúde é um caos”, critica Valternir.

Segundo ele, por conhecer essa realidade in loco é que a candidatura dele estaria sendo atacada por inverdades. “Eles têm medo de mim, porque tenho coragem para botar o dedo nas feridas”, provoca.

Já o deputado estadual Emanuel Pinheiro, que já foi candidato à prefeito de Cuiabá, afirma que, neste momento, tem foco na mesa diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, à qual disputará como adversário do tucano Guilherme Maluf e do socialista do PSB, Eduardo Botelho. “Meu propósito é este, mas em política a gente nunca fala desta água não beberei”, comentou Pinheiro, deixando entender que ainda pode se lançar candidato na capital.

No sábado (16), os dois – Valternir e Emanuel Pinheiro – tiveram uma longa conversa, segundo ambos, amistosa e saíram da reunião com a decisão de que Valternir é o pré-candidato do PMDB.

Acontece que o deputado federal Carlos Bezerra, presidente do partido no Estado, e o maior cacique peemedebista de Mato Grosso, revelou à imprensa local, no final de semana, que uma ala considerável da sigla quer Pinheiro candidato e que isso pode ser levado em consideração.

O Gazeta Digital tentou falar com Bezerra na manhã desta segunda-feira (18), mas, de acordo com assessores dele, estava no médico realizando um procedimento similar à endoscopia, que o deixa fora de comunicação por um tempo.

Valternir Pereira informou que, na sequência do exame médico, terá uma conversa com Bezerra hoje mesmo.

O Gazeta Digital tentou também falar com o presidente municipal do PMDB, Clóvis Cardoso, mas até o fechamento desta matéria ele não atendeu celular e não estava presente na sede do partido.

Às 19 horas, tem reunião da executiva regional e municipal no partido, onde estarão presentes os envolvidos nessa questão.

Diante deste cenário, a única certeza do PMDB é que lançará candidato próprio. O vice, que de ser indicado por partido apoiador da chapa, não está definido ainda. Cogita-se que seja do PTB, de Francisco Galindo.

Lembrando que Galindo, quando foi vice-prefeito do tucano Wilson Santos, acabou administrando Cuiabá por mais de um ano.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *