https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/PALÁCIO-PAIAGUÁS.jpg

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Governo do Estado diz que adotou medidas de combate à corrupção após Rêmora

Divulgação

Para efeitos de publicidade e transparência, o Governo de Mato Grosso vem a público reafirmar o compromisso de combater a corrupção e as irregularidades na administração pública.

Com relação ao desdobramento da Operação Rêmora, deflagrada nesta quarta-feira (20.07) pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), o Governo informa que adotou todas as medidas necessárias para afastar as supostas irregularidades nos procedimentos licitatórios alvos de investigação.

Um dia após a deflagração da primeira fase da Operação, em maio deste ano, o então secretário de Educação, Permínio Pinto, se afastou do cargo. Um servidor da Seduc supostamente envolvido em irregularidades já havia sido afastado do cargo.

As medidas adotadas pelo Governo de Mato Grosso diante dos indícios de irregularidades também incluem o encaminhamento das informações à Delegacia Fazendária, em janeiro deste ano, pelo Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção (GTCC).

Quatro procedimentos de auditoria foram instaurados pela Controladoria Geral do Estado (CGE) também com a finalidade de apurar os fatos.

Além disso, o Governo encaminhou todos os documentos necessários ao Ministério Público, contribuindo com a investigação.

O Governo de Mato Grosso continuará empenhado em trabalhar para combater qualquer irregularidade na administração e reforça o compromisso de contribuir com os órgãos de investigação e controle.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *