https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/DEPUTADO-EMANUEL-PINHEIRO.jpg

NOVO CENÁRIO

Pinheiro espera reunir de 10 a 15 siglas para disputar prefeitura de Cuiabá

GAZETA DIGITAL - MARGARETH BOTELHO
redacao@matogrossomais.com.br

Reprodução

O deputado estadual Emanuel Pinheiro, candidato à prefeitura de Cuiabá pelo PMDB, disse ter recebido com “muita surpresa” a renúncia ao projeto da reeleição por parte do prefeito Mauro Mendes (PSB). Em entrevista exclusiva ao Gazeta Digital, ele considerou inevitável que de hoje para amanhã ocorram rearranjos políticos envolvendo a corrida pelo comando do Palácio Alencastro.

Uma das apostas de Pinheiro é o aumento dos partidos aliados ao PMDB. Ele destaca que a coligação planejava fechar com um número de siglas entre 10 a 12 e agora já trabalha com a possibilidade de avançar para até 15 agremiações.

O peemedebista não citou nomes de partidos, mas informações de bastidores dão como prováveis as adesões do PP, SD e até do PRB, da ex-senadora Serys Slhessarenko, pré-candidata à Prefeitura de Cuiabá e que neste momento participa da convenção da sigla.  Já o Democratas, embora tenha declarado aliança com o PSDB em Cuiabá através dos irmãos Jayme e Júlio Campos, ainda não foi descartado pelo PMDB. O presidente do partido e deputado federal, Carlos Bezerra, vem conduzindo conversas que, de acordo com Pinheiro, podem atrair o DEM da Capital.

O fato do partido ter se unido ao PMDB em Várzea Grande, com a indicação do vice na chapa da atual prefeita Lucimar Campos, deve influenciar a decisão em Cuiabá. Desde o anúncio do recuo de Mendes, Emanuel já participou de várias reuniões e outras deverão acontecer até a madrugada.

Conforme o candidato, “o tom das conversas tem sido a ponderação. Evitar o clima de euforia é uma preocupação”. Aos 51 anos de idade e há 34 na vida pública, o deputado não arrisca cantar vitória antes do tempo e avalia que os adversários vão encontrar um nome forte para substituir Mendes.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *