https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/08/20121008142558_Prof-Victório-Galli.jpg

BARRADO NO BAILE

A pedido de deputado, líder religioso manda Galli desistir de ser candidato

Dep. Professor Victório Galli, plenário, sessão ordinária

Não durou 24 horas a candidatura relâmpago do deputado federal Victório Galli (PSC) à prefeitura de Cuiabá.

Já estava tudo certo para Galli entrar na disputa, mas um telefone vermelho tocou e ele foi obrigado a voltar atrás e desistir de ser candidato.

O líder da Igreja Assembleia de Deus deu o aval para que Galli fosse candidato. Até mesmo a chapa de vereadores estava pronta.

Mas o líder religioso voltou atrás e mandou o deputado federal descartar a candidatura.

Nos bastidores, a pressão para Galli deixar de ser candidato teria partido do deputado estadual Sebastião Rezende (PSC), que ao tomar conhecimento da candidatura fez pressão para que o líder da Assembleia de Deus demovesse Galli de ser candidato.

Rezende também teria articulado com o PMDB para que Galli saísse da disputa para o partido fazer parte da aliança da candidatura de Emanuel Pinheiro (PMDB) à prefeitura de Cuiabá.

Sem saída, Galli teve de desistir de ser candidato.

Rumores dão conta de que a candidatura de Galli em Cuiabá poderia deixá-lo em condições de ser reeleito deputado federal em 2018, sonho do deputado Sebastião Rezende.

Como diz o ditado: manda quem pode, obedece quem tem juízo.

Foto: Câmara Federal

Veja Mais

Um comentário em “A pedido de deputado, líder religioso manda Galli desistir de ser candidato”

  1. joaquim cuiabano disse:

    Verdade manda quem pode….e prova que esta linha religiosa carrega seus fies no cabresto…e o Dep. Sebastião Rezende não quer perder o poder….kkkkkkkk

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *