https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/04/martelo-judicial-e1519399181402.jpg

NOS ESTADOS UNIDOS

Justiça não consegue notificar empresário de Mato Grosso preso na Sodoma

Divulgação

A Justiça não conseguiu notificar o empresário Willians Paulo Mischur, dono da Consignum, que atua no mercado de empréstimos consignados para servidores públicos.

O oficial de Justiça tentou notificá-lo na última segunda-feira (8), mas foi informado pela secretária do empresário que o mesmo está nos Estados Unidos e que só deve retornar a partir do dia 23 de agosto.

Willians Paulo Mischur é considerado testemunha e foi alvo da Operação Sodoma realizada pela Delegacia Fazendária.

Willians Mischur chegou a ser preso durante a segunda fase da Operação Sodoma. Acabou sendo solto dias depois após revelar informações que ajudaram as investigações.

Ele, em depoimento, confirmou que pagou propina para agentes políticos da administração de Silval Barbosa (PMDB) em valores que chegaram a R$ 500 mil.

A empresa dele teve o contrato suspenso com a atual administração.

Ontem, o Tribunal de Contas do Estado proibiu o Executivo de prorrogar o contrato com a Consignum.

Em audiência realizada nesta quarta-feira (10), a juíza Selma Rosane de Arruda confirmou que o empresário será ouvido no dia 17 de agosto, na semana que vem.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *