https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/ASSEMBLEIA-LEGISLATIVA-FOTO-e1519160096972.jpg

POLÊMICA NA AL

Sessão é marcada por tensão por causa de atraso no repasse do duodécimo

Fablício Rodrigues

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB), disse, durante a sessão desta quarta-feira (10), que o Estado deve fazer o repasse referente à última parcela do mês de julho até o dia 10 deste mês do duodécimo.

“Vamos ouvir o governo sobre as medidas que serão tomadas e fazer a cobrança. Já efetivamos a cobrança e ficou marcado para ser repassado hoje”, disse Maluf.

Mesmo assim, o valor não será integral. Devem ser repassados R$ 22 milhões. Ao todo, a ALMT recebe mensalmente R$ 37 milhões.

Com o atraso, a Assembleia usou o recurso que tinha em caixa para pagar os servidores e outras despesas.

Segundo a Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz), o atraso é referente à quarta parcela de julho e que as outras três foram pagas. A Sefaz informou que ainda não tem posicionamento se irá fazer o repasse ainda hoje.

Por causa dessa situação houve bate-boca entre deputados da oposição e da base do governo.

Os oposicionistas criticaram a ineficiência do Estado em resolver a questão. Do lado da base de Taques a defesa é que o Estado precisa reduzir as despesas e que existem outras prioridades.

Um projeto do Governo do Estado deve ser encaminhado ainda em agosto para a Assembleia Legislativa, que faz parte da reforma administrativa, onde prevê a redução de 15% no repasse do duodécimo para os Poderes.

O assunto é bastante polêmico e deve gerar muitas discussões.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *