https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/03/Pedro-Taques-03-e1500912620870.jpg

SAÍDA DE DILMA

Taques acredita em impeachment e diz que desafios precisam ser superados

Divulgação

O Governador de Mato Grosso, Pedro Taques, falou nesta segunda-feira (08.08) sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, durante evento nacional do agronegócio, realizado em São Paulo.

Em entrevista, o gestor mato-grossense declarou acreditar no impedimento da petista para dar prosseguimento ao governo federal e ressaltou que o Brasil ainda precisa superar outros desafios.

“Acredito no impeachment e os indicadores já revelam que esta confiança tem aumentado. Creio que com o impeachment as coisas melhorem, mas isso não resolve tudo. Teremos o mesmo Congresso, os mesmos deputados, os mesmos senadores, os mesmos políticos. Não é um remédio que vai resolver tudo. Outros desafios precisam ser superados”, destacou Taques.

Em relação à crise econômica, o governador de Mato Grosso afirmou que o modo de governo de Dilma Rousseff contribuiu para a crise econômica instalada no país.

“Fui o primeiro governador a defender o impeachment da presidente Dilma. Entendo que a condução do estado chefiado por ela está recheada de equívocos. Equívocos políticos e econômicos que resultaram em um déficit de quase R$ 170 bilhões. Foi desenvolvida uma política de intervenção no domínio econômico, que sou contrário. Entendo que as próprias leis de mercado poderiam resolver isso”, reforçou Taques.

Taques também recebeu, nesta segunda-feira, o prêmio “Personalidade do Agro Ney Bittencourt de Araújo”, por ser atualmente um dos destaques nacionais em defesa do agronegócio. A premiação é realizada desde 2002 pela Associação Brasileira do Agronegócio (Abag).

Nesta terça-feira (09.08), o Senado Federal define se Dilma Rousseff passa a ser ré no processo de impeachment. A votação será por maioria simples, ou seja, metade dos votos mais um.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *