https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/08/79521a23-1973-42a2-a48d-c26c5d7079a5-1.jpg

APÓS 8 DIAS

Corpo de empresário encontrado carbonizado em MT é liberado pelo IML

A Diretoria Metropolitana de Medicina Legal concluiu na tarde desta sexta-feira (12.08) os exames complementares no corpo da vítima Fernando Barbosa dos Reis, que havia sido encontrado carbonizado no dia 05/08/2016, na região da comunidade Ponte de Ferro, em Cuiabá. A causa da morte foi Traumatismo Crânio Encefálico.

O corpo do microempresário Fernando Barbosa dos Reis, de 55 anos, chegou ao Instituto Médico Legal (IML) ná última sexta-feira (5).

Fernando foi encontrado na região da Ponte de Ferro, em Cuiabá, carbonizado, amarrado e enrolado em uma lona.

Ele desapareceu na quinta-feira passada, quando saiu para fazer uma caminhada de rotina.

Fernando residia no bairro São Gonçalo, em Cuiabá, há mais de 30 anos.

No dia que desapareceu, imagens de câmeras de segurança mostraram que ele passou pela porta do colégio Fênix, por volta das 6h45. Entretanto, o retorno não foi registrado.

O crime segue sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

OUTRO CASO

O corpo de outra vítima de Barra do Garças, que foi encontrado carbonizado em um veículo na MT-010, no dia 02/08, foi submetido a exames de radiografia, finalizado nesta sexta-feira (12.08).

Como a vítima ainda não identificada devido ao grau de carbonização, material biológico foi coletado para exame de DNA.

O corpo será enviado ainda hoje para a Gerência de Medicina Legal de Barra do Garças para dar seguimento aos procedimentos médico-legais.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (POLITEC) informa que o prazo para a conclusão dos exames ficou condicionado à entrega de sete dispositivos de proteção individual denominados “Dosímetros de Radiação”, que chegaram nesta quinta-feira (11.08).

Estes itens fazem o monitoramento diário da exposição e visam garantir a proteção do servidor contra os riscos da radiação ionizante.

A medida atende a uma das normas da Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen), sendo indispensável para garantir a segurança do trabalhador, preconizada pelos órgãos de Vigilância Sanitária.  Com Assessoria

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *