ACORDO NÃO CUMPRIDO

Secretário de Estado pode ficar na ‘berlinda’ com levantamento feito pelo TCE sobre TAGs da Copa

Um levamento que vai ser apresentado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), nesta segunda-feira (15), à imprensa, pode colocar o secretário de Cidades do Estado, Eduardo Chiletto, em uma verdadeira berlinda no cargo.

Segundo o TCE, apenas 11,63% das metas definidas nos Termos de Ajustamento de Conduta (TAGs) firmados entre Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), Secretaria de Estado de Cidades (Secid) e empresas contratadas, para a retomada de 22 obras da Copa, foram cumpridas. Os TAGs foram assinados em fevereiro e o prazo estipulado para a conclusão dos trabalhos é de 18 meses.

As informações que serão divulgadas constam do primeiro relatório da Comissão, elaborado a partir de duas vistorias realizadas nas 22 obras objeto de TAGs, sendo a primeira nos dias 13 e 14 de abril e a segunda nos dias 6 e 11 de julho. Conforme o conselheiro, dos 22 TAGs, 10 correm o risco de não serem cumpridos.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *