https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/JULIER.jpg

TRANSPORTE COLETIVO

Julier quer tarifa de transporte coletivo de Cuiabá mais barata entre as capitais

O ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva (PDT) assumiu compromisso de fazer de Cuiabá uma das capitais brasileiras com a menor tarifa do transporte público.

Segundo ele, isso pode ser feito através de investimentos que favoreçam a conclusão das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e criação de um novo plano integrado de mobilidade urbanda.

A nova proposta integrada consta oficialmente no Plano de Governo da coligação “Cuiabá: Futuro e Inclusão”.

O documento foi entregue à Justiça Eleitoral durante o registro de candidatura de Julier e da candidata a vice-prefeita Jusci Ribeiro (PT).

“Cuiabá tem uma das tarifas mais caras do transporte coletivo entre as capitais brasileiras. Isso é um absurdo, principalmente porque temos uma frota velha e com muitos ônibus sem ar-condicionado”, afirma Julier.

O valor de R$ 3,60 representa uma das maiores tarifas no país. Para se ter uma ideia, no Rio de Janeiro e São Paulo, que possuem linhas bem mais extensas, o valor é de R$ 3,80.

Além da participação efetiva do município para conclusão do VLT, a Prefeitura deve constituir a Companhia Cuiabana de Transporte Público Municipal “TransCuiabá”, vinculada pela SEMOB (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana); construir Novos Corredores e Faixas Exclusivas para Ônibus; renovar 100% da frota e garantir que o tempo de vida não seja superior a de 5 (cinco) anos, que sejam eficientes, que tenham ar-condicionado, rede Wi-Fi e usem combustíveis com menor emissão de poluentes; aumentar as linhas de ônibus para os bairros mais populosos e distantes; Adoção de Bilhete Único Diário, Semanal e Mensal. Com validade temporal definida, o Bilhete Único permitirá que o usuário realize tantas viagens quantas deseje nesse período de tempo; entre outros.

Julier também tem compromisso de promover o domingo livre, um domingo por mês de passagem gratuita, como forma de incentivar a cultura e o turismo interno; Desenvolver aplicativos para smartphones e outros para que o cidadão e a cidadã possam fiscalizar diretamente o cumprimento dos horários e itinerários, constituindo uma central de fiscalização; Construir novos terminais de ônibus nas regiões da cidade e revitalização dos existentes, entre outros.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *