https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/Ministério-Público-do-Estado.jpg

DESDE 2003

MPE abre inquérito para apurar repasse do Estado para ALMT em R$ 100 milhões

Divulgação

O promotor de Justiça de Mato Grosso, Roberto Turim, instaurou um inquérito para apurar o fato do Estado ter assumido, desde o ano de 2003, a responsabilidade de efetuar o pagamento das aposentadorias e pensões dos servidores inativos da Assembleia Legislativa.

O pagamento, segundo o MPE,  é feito por meio de um convênio firmado entre os dois poderes, o que acarreta um gasto de aproximadamente R$ 100 milhões aos cofres do Poder Executivo.

De acordo com o promotor, a medida adotada pelos poderes não é habitual e pode gerar questionamentos quanto à sua legalidade e eficiência com relação às despesas públicas, além de possíveis violações a princípios administrativos como impessoalidade e moralidade.

Consta ainda na portaria publicada pelo MPE que o governador do Estado, Pedro Taques (PSDB), o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf (PSDB), e o presidente do Tribunal de Contas, Antonio Joaquim, devem ser oficiados sobre os fatos pela Procuradoria-Geral de Justiça para que possam dar informações sobre o assunto.

Veja Mais

Um comentário em “MPE abre inquérito para apurar repasse do Estado para ALMT em R$ 100 milhões”

  1. Rataxi disse:

    Turim. Fazendo joguinho do TAXI

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *