https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/07/algemas-e1524844605820.jpg

28 ANOS DE PRISÃO

Justiça de MT condena homem por morte de ex-mulher e namorado dela

Ilustrativa

Após 16 horas de julgamento, o Tribunal do Júri condenou nesta quinta-feira (1), em Rondonópolis, a 28 anos de prisão, Gilberto Luiz de Rezende, mandante do crime de homicídio praticado contra o casal Ewando Carlos Sateles Barros e Marciana Siqueira da Silva, ocorrido em 1997, na Vila Olga Maria, na periferia da cidade.

Os jurados acolheram a tese do Ministério Público e reconheceram o réu o como autor intelectual dos crimes.

De acordo com o promotor de Justiça César Danilo Ribeiro de Novais, ao final do julgamento, a juíza Tatyana Lopes de Araújo Borges decretou a prisão cautelar do réu.

Segundo a denúncia oferecida pelo Ministério Público, Gilberto Luiz de Rezende, conhecido na cidade por “Gilbertinho”, ordenou as mortes, porque sua ex-companheira Marciana rompeu o relacionamento entre ambos e passou a namorar Ewando.

O promotor de Justiça explica que em 2006, o executor do duplo homicídio, Adeir Filho, foi condenado a pena de 28 anos de reclusão pelo Tribunal do Júri de Rondonópolis.

Segundo representante do Ministério Público, não resta dúvida de que o crime foi planejado.

“Há crimes bem concebidos, bem preparados, bem executados e bem ocultados. O mandante achou que houvera praticado crimes perfeitos. Conseguimos demonstrar aos jurados todas as evidências que comprovaram ser ele o mandante dos crimes”, ressaltou Novais.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *