https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/09/joias.jpg

EM MATO GROSSO

Polícia prende ladrão e recupera joias avaliadas em R$ 20 mil

A Polícia Judiciária Civil de Comodoro (644 km a Oeste) realizou a prisão de um suspeito de receptação e corrupção de menores na sexta-feira (02).

Na residência do investigado foram recuperadas joias avaliadas em aproximadamente 20 mil.

O furto dos objetos foi comunicado na Delegacia de Polícia de Comodoro na manhã de sexta.

A vítima relatou no Boletim de Ocorrência que no dia 26.08 viajou para a cidade de Vilhena (RO) e deixou o suspeito, J. C. C., de 35 anos, limpando o quintal de sua residência e, ao retornar, no mesmo dia, encontrou o portão de sua residência aberto.

Ainda segundo a comunicante, ela teria questionado o suspeito sobre o episódio, e ele disse que talvez tivesse aberto o portão sem querer, pois ficou com o controle.

A vítima declarou só ter sentido falta das joias na quinta-feira (01.09).

Em conversa com um proprietário de uma relojoaria da cidade, a mulher obteve a informação de que um homem com as mesmas características de acusado, inclusive com o mesmo nome, havia oferecido joias similares às suas no estabelecimento.

Ao ser procurada pela vítima, a equipe policial da DP de Comodoro iniciou diligências com o objetivo de localizar o suspeito.

Encontrado pelos policiais civis em sua residência, o suspeito inicialmente confirmou a autoria do furto.

No entanto, ao ser apresentado à autoridade policial na delegacia, ele mudou a versão.

O conduzido declarou que o furto teria sido realizado por um adolescente (“A”), cuja identidade completa não soube precisar, tampouco endereço, que teria invadido a casa, realizado o furto e entregue as joias a ele (Julio), para que vendesse e repartisse o dinheiro posteriormente.

As joias foram localizadas no quarto do suspeito. Diante dos fatos, o acusado foi autuado em flagrante pelo crime de receptação e corrupção de menores.

As joias apreendidas foram devolvidas à vítima. O caso segue em investigação pela Delegacia.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *