https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/12/WILSON-SANTOS1.jpg

APOIO NO ESPORTE

Wilson assume compromisso de ajudar o futebol profissional

Divulgação

O candidato da Coligação “Dante de Oliveira” a prefeito, Wilson Santos (PSDB), assumiu o compromisso de ajudar o futebol profissional e fazer do estádio Presidente Dutra, o “Dutrinha”, no bairro do Porto, uma praça esportiva com condições de sediar jogos profissionais.

O compromisso foi firmado na quinta-feira (8), durante uma reunião do candidato com representantes de clubes de futebol, para discutir o fortalecimento da modalidade na Capital.

“Agora que o Dutrinha é do Município, nós vamos cuidar e fazer dele o estádio de Cuiabá. Eu gosto de futebol, ele não vai ficar abandonado como está atualmente. Não precisamos de muito dinheiro, vamos reformar por meio de emenda parlamentar e fazer do Dutrinha o estádio de Cuiabá. Inclusive, para receber jogos funcionais”, declarou.

O diretor do Clube Dom Bosco, Batilde Abdalla, destacou a preocupação com a atual condição do Dutrinha e a importância de se fazerem investimentos no futebol em Cuiabá, a partir das categorias de base.

“Estamos saindo do futebol amador para o profissional. É necessária uma ligação entre Município e Estado, assim como estabelecer formas de ajudar estas competições. O futebol profissional dá emprego a técnicos, massageadores e preparadores, que também precisam ser valorizados”, afirmou Wilson.

Durante a reunião, o candidato falou ainda sobre o a retomada do Campeonato Amador de Futebol “Peladão”, já anunciada por ele e criticou a forma como os jogos do cenário nacional estão sendo conduzidos, classificando os como “elitista”.

O Peladão teve sua primeira edição em 2005 e, neste ano, foi realizado pela primeira vez pelo Governo do Estado, por meio de uma emenda parlamentar direcionada por Wilson como deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa.

“Eu lamento a situação em que se encontra o futebol em mais de 15 estados brasileiros. Depois que a antiga CBD [hoje CBF] resolveu mudar a forma do Campeonato Brasileiro, criando 20 times de elite, destruiu o futebol nesses estados. Acabou, porque é um modelo elitista. Isso é, na minha opinião, a causa de toda essa derrocada do futebol profissional na maioria dos estados do Brasil. E não vai mudar tão cedo”, disse Wilson.

De acordo com presidente da Federação Mato-grossense de Futebol, João Carlos de Oliveira, Wilson sempre ajudou a categoria, e afirmou que há uma grande expectativa para que isso ocorra novamente.

“Temos de nos unirmos para colocar o futebol cuiabano e mato-grossense em destaque, seja na série B, C, D. Precisamos de ajuda. Desejo ao Wilson boa sorte nesta caminhada, pois foi um bom prefeito e estamos dispostos a ajudar. Ele sabe das dificuldades”, completou.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *