PRESO DESDE MAIO

Tribunal de Justiça de Mato Grosso nega HC para alvo preso na Operação Rêmora

O Tribunal de Justiça negou pedido de liminar em habeas corpus para conceder liberdade ao ex-assessor especial da Secretaria de Estado de Educação, Fábio Frigeri, preso preventivamente no dia 3 de maio pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) pela suspeita de integrar um esquema de cobrança de propina e fraude em licitação para favorecimento a empreiteiras que prestavam serviços de construção e reforma de unidades escolares em contratos que, somados, atingiriam até R$ 56 milhões. Com Folhamax

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *