https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/09/525f9227-0bc8-4dd1-8559-fa1e1ebe5907.jpg

OPERAÇÃO SORRELFA

Em áudio, Juarez atribui operação Sorrelfa a Taques: mexeu com o cara errado

Após receber o Gaeco em sua casa, nesta quinta-feira (15), o prefeito de Sinop, Juarez Costa (PMDB), praticamente atribuiu a deflagração da Operação Sorrelfa ao governador Pedro Taques (PSDB).

Em declaração feita após a Operação do Gaeco, Juarez disse que o chefe do executivo errou ao tentar mirar a Operação contra ele e desafiou. “O Pedro Taques cutucou a pessoa errada. Mexeu com o cara errado”, comentou.

OUÇA O ÁUDIO

OPERAÇÃO SORRELFA

Uma equipe do Gaeco e do Núcleo de Competência Originária (Naco) do Ministério Público do Estado cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do prefeito de Sinop, Juarez Costa (PMDB).

O objetivo é investigar crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Estão sendo cumpridos neste momento sete mandados de busca e apreensão no município de Sinop e três no Estado de Santa Catarina.

Todos os mandados foram expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso.

Os mandados estão sendo cumpridos, dentre outros locais, no gabinete do Prefeito Municipal e da secretária municipal de Assistência Social (primeira dama) e na residência de ambos.

Estão envolvidos na “Operação Sorrelfa” 35 agentes e quatro Oficiais da Policia Militar, nove policiais civis, dois delegados e nove Promotores de Justiça que contam também com o apoio do GAECO de Santa Catarina.

Veja Mais

Um comentário em “Em áudio, Juarez atribui operação Sorrelfa a Taques: mexeu com o cara errado”

  1. Sinopense disse:

    Vish
    Mexeram com o Juarez.
    É melhor aguentar o rojão, pq ele vai vir com tudo pra cima
    Ainda mais que isso tem a digital de certas pessoas… Puramente eleitoreira esse episódio
    Vamos ver próximos episódios
    Mas cuidado que o feitiço pode virar contra e a Rosana disparar e ganhar a eleição
    Sinop tá com Rosana

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *