https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/12/WILSON-SANTOS1.jpg

ELEIÇÃO EM CUIABÁ

ETA Tijucal foi o último investimento estratégico em saneamento feito em Cuiabá

Divulgação

As obras do Complexo Tijucal, do qual faz parte a Estação de Tratamento de Água do Tijucal, foi a última obra estratégica feita na cidade de Cuiabá nos últimos oito anos, no setor de abastecimento água.

A informação é da engenheira sanitarista, mestre em saúde e doutora em engenharia civil, Eliane Rondon, segundo quem a cidade de Cuiabá necessita de novos investimentos nessa área se não quiser enfrentar o risco de desabastecimento nos próximos anos.

“Depois de Wilson, nenhum grande investimento para o abastecimento de água foi feito em Cuiabá”, declarou Eliane, referindo à ETA Tijucal, que hoje abastece as casas de cerca de 120 mil pessoas das regiões Sul e Leste de Cuiabá.

Inaugurada em março de 2010, durante o segundo mandato de Wilson Santos como prefeito, a estação tem capacidade para tratamento de 500 litros de água por segundo.

“A ETA foi a solução para o problema do abastecimento de água de muitas comunidades”, completa o engenheiro civil Édio Ferraz, que deu seu depoimento no programa eleitoral do candidato a prefeito da capital pela coligação Dante de Oliveira, Wilson Santos (PSDB), que foi ao ar nesta quarta-feira (14).

Antes da ETA, os moradores dessas regiões contavam com um sistema intermitente, ou seja, recebiam água dia-sim, dia-não, e nunca tinham a certeza de que teriam água em casa.

Nos anos que antecederam a construção da ETA, milhares de poços artesianos foram perfurados em Cuiabá, sem a necessária segurança e fiscalização. Muitos moradores também armazenavam a pouca água que chegava às casas, muitas vezes de forma inadequada, atraindo o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e outras doenças.

“Era uma catástrofe. Hoje, temos água 24 horas nas torneiras e todos os problemas de pele e de saúde acabaram”, contou a empresária Rosângela Andrade, moradora do bairro São Francisco.

A água captada pela ETA vem do Rio Coxipó, que possui alta disponibilidade hídrica e qualidade para o consumo, além de estar próxima às regiões mais populosas da capital. Os recursos para a construção da estação foram próprios da administração municipal e resultaram, além do sistema de captação e tratamento de água, em um complexo de distribuição, reserva e padronização das ligações residenciais.

O complexo possui 26 quilômetros de adutoras; sete reservatórios, que comportam 6,5 milhões de litros de água; e, também, investimentos na retirada dos poços inadequados.

“Nunca mais faltou água para bairros como Pedra 90, Tijucal, Altos da Serra, Dr. Fábio, Manduri, entre muitos outros. A ETA melhorou o atendimento e aumentou a produção de água da cidade. São obras como essas, que fazem a diferença na vida das pessoas, que vamos dar continuidade”, disse Wilson Santos.

Segundo Eliane Rondon, que presidiu a antiga Sanecap, as obras da estação precisam ser terminadas, pois a ETA Tijucal já opera no limite. Em torno de 31% do que havia sido planejado para a rede adutoras foi concluído, além de 61%, dos reservatórios.

“Os investimentos e gerenciamento para o saneamento básico deveriam ter continuado. Hoje, o mesmo rio onde é feita a captação de água, é o que recebe o esgoto. Obras muito mais caras foram feitas em Cuiabá, antes de se resolver o problema da água. Hoje, perde-se cerca de 50% da água tratada, devido à rede e ligações velhas”, pontuou a engenheira.

Para Eliane, Wilson já viveu o problema e conhece as alternativas para solucioná-lo. Além disso, tem o importante apoio do governo estadual.

“São investimentos que precisam ser pensados para 20 anos e que somente na gestão Wilson foram feitos. Ninguém mais construiu ou investiu em abastecimento. Os outros candidatos, até descobrirem o tamanho real do problema, já não terão mais tempo de fazer nada”, destacou ela.

Novos investimentos

Wilson Santos garantiu a construção de uma nova ETA, localizada no bairro Ribeirão do Lipa, na área destinada ao Parque Dante de Oliveira, para atender aos bairros da região Oeste. Além da substituição de 200 quilômetros da rede de adutoras e a finalização das obras da ETA Tijucal.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *