https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/03/Pedro-Taques-03-e1500912620870.jpg

OPERAÇÃO SORRELFA

Taques diz que Juarez desrespeita Justiça e pede para prefeito explicar patrimônio

Divulgação

O governador Pedro Taques (PSDB) está em Sinop, neste sábado (17), onde participa de vários compromissos.

Ao chegar no município, Taques foi recebido por várias lideranças políticas.

Mas, em entrevista à imprensa, Taques falou sobre as declarações feitas pelo prefeito de Sinop, Juarez Costa (PMDB), de que ele estaria por trás da Operação Sorrelfa, deflagrada pelo Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco – com autorização do Tribunal de Justiça de Mato Grosso contra o gestor municipal.

Taques disse que a fala de Juarez Costa desrespeita o Ministério Público do Estado e o Tribunal de Justiça ao declarar que ele, governador, estaria por trás da Operação.

Segundo Taques, o prefeito de Sinop tem de explicar os 150 procedimentos investigatórios que existem contra ele.

Veja a fala de Taques feita neste sábado, em Sinop.

OPERAÇÃO SORRELFA

Uma equipe do Gaeco e do Núcleo de Competência Originária (Naco) do Ministério Público do Estado cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do prefeito de Sinop, Juarez Costa (PMDB), e no gabinete dele na prefeitura de Sinop.

O objetivo é investigar crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão no município de Sinop e três no Estado de Santa Catarina.

Todos os mandados foram expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso.

Foram envolvidos na “Operação Sorrelfa” 35 agentes e quatro Oficiais da Policia Militar, nove policiais civis, dois delegados e nove Promotores de Justiça que contam também com o apoio do GAECO de Santa Catarina.

O prefeito negou qualquer envolvimento em crimes e atribuiu a Operação do Gaeco como politiqueira.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *