https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/nadaf-dois.jpg

INCENTIVOS FISCAIS

Advogado nega que Nadaf tenha feito acordo de delação premiada com MPF

O advogado Willian Khalil, em entrevista à imprensa, nesta segunda-feira (19), negou que o seu cliente, o ex-secretário da Casa Civil Pedro Nafaf, tenha feito acordo delação premiada com o Ministério Público Estadual ou Federal.

O defensor diz ter estranhado a notícia, já que o ex-gestor não teria interesse em fazer o acordo de delação.

A notícia foi divulgada pela coluna do jornalista Lauro Jardim, do Globo, neste domingo (18).

Segundo o colunista, Pedro Nadaf estaria fazendo um acordo de delação premiada junto à Procuradoria-Geral da República (PGR) onde teria entregue informações detalhadas de fraudes que teriam ocorrido durante a gestão de Silval Barbosa (PMDB) envolvendo duas gigantes no Brasil: a Votorantim e a JBS.

Nadaf chegou a ficar mais de onze meses preso em Cuiabá após a deflagração da Operação Sodoma, em setembro de 2015, acusado de participar de um suposto esquema envolvendo incentivos fiscais.

Solto, Nadaf é réu dessa ação da Operação Sodoma e hoje anda de tornozeleira eletrônica.

Veja a nota publicada por Lauro Jardim:

Em tempos de Zelotes e Greenfield, a PGR está em fase final de negociação da delação premiada de Pedro Nadaf, chefe da Casa Civil de Silval Barbosa (PMDB), ex-governador do Mato Grosso. Nadaf entregou aos procuradores detalhes de fraudes fiscais que, segundo ele, foram cometidas pela Votorantim e JBS. Numa das situações descritas, houve propina em troca de benefício fiscal.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *