LUTO NO FUTEBOL

Chefe da torcida do Operário de Várzea Grande, Jamil Zarour morre aos 73 anos em Campo Grande

Morreu na madrugada desta terça-feira (20), em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Jamil Zarour, aos 73 anos, em decorrência de várias complicações de saúde.

Jamil estava internado em uma UTI de um hospital de Campo Grande e não resistiu e morreu na madrugada de hoje.

Jamil Zarour foi chefe da torcida do Operário de Várzea Grande nos anos 60 e 70.

Foi o responsável pela divisória do Verdão, quando o estádio não tinha alambrado para separar as torcidas de Mixto e Operário de VG.

Jamil Zarour também foi o criador do apelido do Operário, Chicote da Fronteira e também do apelido da mulher símbolo da torcida do Mixto, Nhá Barbina.

Neste vídeo abaixo, Jamil Zarour comenta como foi ter participado desse jogo de inauguração do estádio Verdão em jogo realizado entre Operário e Flamengo (abaixo o vídeo da inauguração).

Jamil Zarour também era um fã incondicional do Vasco da Gama.

O enterro está previsto para as 17h em Campo Grande.

Veja Mais

Um comentário em “Chefe da torcida do Operário de Várzea Grande, Jamil Zarour morre aos 73 anos em Campo Grande”

  1. Heitor disse:

    Excelente pessoa, como poucas que nesta terra passaram.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *