https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/DEPUTADO-EMANUEL-PINHEIRO.jpg

ELEIÇÃO EM CUIABÁ

Emanuel emite nota e rebate acusações feitas pela coligação de Wilson

Reprodução

O candidato Emanuel Pinheiro vem a público esclarecer que:
1. Não respondo a nenhuma ação por atos de improbidade administrativa, ao contrário do afirmado pelo candidato do PSDB Wilson Santos, que tenta ludibriar a opinião pública;

2. Fui notificado de uma acusação, no ano de 2005, por um cheque de minha propriedade que foi trocado em uma factoring de Cuiabá. Fiz a minha defesa da acusação e até o momento, passado 11 anos, o Judiciário não decidiu se irá receber ou não a denúncia, ou seja, NÃO RESPONDO a nenhum processo por atos de improbidade administrativa;

3. Além disso, o processo está suspenso por determinação judicial, por recursos que foram propostos por outros notificados.

4. Ao contrário de mim, o meu adversário Wilson Santos é réu em seis ações por atos de improbidade administrativa, sendo que em uma delas já foi condenado a perda dos direitos políticos e o processo está em fase recursal no Tribunal de Justiça de Mato Grosso. As ações podem ser conferidas na Justiça Estadual com os seguintes códigos 809873, 700289, 457875, 434953, 385201 e a de número 0018209-28.2014.4.01.3600, que tramita na Justiça Federal;

5. Também quero alertar que esta semana serei alvo de inúmeras acusações infundadas por meus adversários que, ao contrário da minha campanha, que só cresce a cada dia, eles despencam nas pesquisas de intenção de votos. Vou continuar firme no meu propósito de construir com a sociedade uma Cuiabá melhor rumo aos 300 anos.
[00:30, 26/9/2016] Hugo: POSTURA E ALTO NÍVEL

Emanuel Pinheiro mostra mais uma vez que é o mais preparado para administrar Cuiabá

Candidato apresentou propostas para área de saúde, educação e segurança

O candidato a prefeito por Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), demonstrou mais uma vez que é o mais preparada para administrar a Capital, durante o debate da TV Record, na noite deste domingo (25).

No debate que acabou há poucos instantes, Emanuel Pinheiro manteve o alto nível das discussões pela construção de uma Cuiabá melhor. Ele apresentou as propostas para a área de Segurança, Saúde Pública e Educação, além de demonstrar de que forma irá superar a crise econômica no comando do município.

Para o setor da Saúde, o candidato defendeu a ampliação da prevenção, com a implantação de mais de 50 unidades do Programa Saúde da Família (PSF), com recursos já existentes. Ele ainda defendeu que a atenção básica precisa ser prioridade para reduzir o número de internações e melhorar a qualidade de vida da população.

Pinheiro também defendeu a necessidade de articulação política com o governo federal para atrair investimentos para o setor da saúde e finalizar obras importantes como o novo Pronto-Socorro, o Hospital Materno Infantil, entre outras obras e ações. “Tenho dois senadores, quatro deputados federais, ministros e o presidente da República do meu lado e isso pode contribuir e muito para a vinda de mais recursos para o município”, destacou.

Na área da segurança, Pinheiro ressaltou as duas principais propostas para a sua gestão, que são a criação da guarda municipal e o projeto Anjos da Guarda. No caso do projeto “anjos da guarda”, o objetivo é garantir segurança perto das unidades escolares. Já na área de Educação, Pinheiro frisou a hora estendida nas creches e o respeito a todas as garantias trabalhistas dos servidores públicos.

O candidato também destacou que para superar a crise econômica e aumentar a arrecadação será feito um “pacto por Cuiabá”. “Chamando os agentes econômicos, para que juntos possamos superar os momentos de dificuldades, chamando a sociedade para o lado do prefeito. Vamos também combater o desperdício, investindo na estruturação do incentivo fiscal para atrair indústria. Além disso, vamos fomentar as pequenas e médias empresas, investir na qualificação de pessoal e regularização dos trabalhadores informais. Além de uma série de outras medidas”, explicou.

Previdência dos servidores públicos Pinheiro defendeu que os servidores precisam participar do conselho previdenciário para decidir sobre o destino do recurso que é recolhido. Ele afirmou que na administração haverá servidores de carreira.

Veja Mais

Um comentário em “Emanuel emite nota e rebate acusações feitas pela coligação de Wilson”

  1. chico disse:

    Para mim são vermes da mesma pereba, a um passado nao muito distante ambos comiam do mesmo cocho e agora simulam esse diferenças de ideias um atancando o outro.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *