CRIME PASSIONAL

Acusado de matar empresário na Avenidas das Torres irá a julgamento

A juíza Maria Aparecida Fago, da 12ª Vara Criminal de Cuiabá, determinou que Fábio de Almeida Oliveira, de 18 anos, será julgado pelo Tribunal do Júri, em data ainda a ser confirmada pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

“Diante do exposto e de tudo o mais que dos autos consta, JULGO ADMISSÍVEL, em parte, a pretensão punitiva estatal, deduzida na denúncia de fls. 04/06, e, em consequência, com fundamento no artigo 413, do Código de Processo Penal, PRONUNCIO o réu FÁBIO DE ALMEIDA OLIVEIRA”, diz trecho da decisão da magistrada.

Oliveira é acusado de matar o empresário Dejalmo Ferreira dos Santos, de 36 anos, com golpes de faca no pescoço no início da madrugada de 11 de abril deste ano, na Avenida das Torres, em Cuiabá.

O empresário era namorado de Camila Carolini, que era ex do acusado.

No início, o caso foi tratado como latrocínio, mas a polícia conseguiu descobrir que se passava de um crime passional.

ENTENDA O CASO

Segundo informações do Diário Eletrônico de Justiça, Camila e Fábio tiveram um relacionamento de 3 anos.

Passados mais de 10 meses separados, Camila Carolini iniciou um relacionamento com Dejalmo Ferreira dos Santos, o qual conhecia há pouco mais de um mês.

No dia 10/04/2016, por volta das 23h00, Dejalmo convidou Camila Carolini para sair e ficou de passar em sua residência para buscá-la.

Fábio, o ex-namorado, que ainda morava na mesma casa de Camila, desconfiou que Camila estaria em um novo relacionamento, começou uma discussão com ela, querendo saber aonde iria naquele horário.

Camila, para fugir da discussão e agressões verbais de Fábio, aproveitando que o ex se distraiu, correu para fora da residência e trancou o portão com cadeado, deixando Fábio do lado de dentro trancado.

Imediatamente, Camila Carolini saiu correndo pela Avenida das Torres, foi quando, já por volta das 00h12min do dia 11/04/2016, avistou o veículo de Dejalmo, uma Chevrolet Montana, cor branca, que estava indo buscá-la conforme combinado anteriormente.

Nesse momento, Fábio, pegou uma faca, pulou o muro da residência e foi em direção a Dejalmo e Camila, ambos já estavam dentro do veículo.

No mesmo instante, Fábio começou a gritar “Para, para, para o carro” e, de imediato, em total desprezo à vida de Dejalmo Ferreira dos Santos, o qual não sabia o que estava acontecendo e não havendo tempo para que o mesmo pudesse manifestar qualquer gesto de defesa, o golpeou com a faca no pescoço.

A vítima ainda tentou fugir e buscar socorro, dirigindo seu veículo por alguns metros, parando próximo a uma pizzaria já desfalecendo, em virtude do único golpe de faca no pescoço, resultando na sua morte, pois foi atingida em uma região vital, região carotidiana esquerda, conforme Laudo Necroscópico.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *