https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/01/samu-e1525609790523.jpg

VIOLÊNCIA SEM LIMITES

Professor da UFMT está em coma após ser espancado em assalto

Divulgação

O professor universitário Paulo Ricardo Campos, de 37 anos, está em coma após ser agredido em um assalto na noite de segunda-feira (26), em Barra do Garças (509 Km de Cuiabá).

Deficiente auditivo, ele dá aula de Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) no campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Barra.

De acordo com as informações da Polícia Militar, o professor foi abordado por bandidos, que tomaram seu carro.

Porém, na fuga, ele foi levado junto. Paulo foi espancado e abandonado em uma rua na cidade vizinha, Aragarças, já em Goiás.

O professor só foi encontrado por volta das 3h30 da madrugada de terça-feira (27). Ele foi socorrido e encaminhado para uma unidade de saúde, onde segue em coma na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Já o veículo roubado, um Ford Fiesta, foi encontrado abandonado no Bairro Ouro Fino, em Barra do Garças.

Segundo os policiais, o carro foi abandonado em uma avenida após o condutor colidir contra um caminhão que estava parado na pista.

Paulo Ricardo está com lesões no corpo e na cabeça. Uma pedra foi encontrada perto da vítima e a polícia acredita que ela tenha sido usada na agressão.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil da cidade e pelas autoridades de Aragarças.

A última pista que se tem é que o professor foi visto com um grupo de pessoas horas antes de ser encontrado desacordado.

Paulo Ricardo atua no Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICSH) e está cursando mestrado em Mato Grosso do Sul.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *