https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/polícia-civil.jpg

LEVOU 6 TIROS

Policial Civil vítima de tentativa de assalto precisa de sangue

Corregedoria da Polícia Civil prende investigador acusado de extorsão . Foto: Divulgação

A Polícia Judiciária Civil solicita doação de sangue para o investigador de polícia, Emerson Branchier Petsch, atingido por seis disparos de arma de fogo durante uma tentativa de roubo, ocorrida na noite de quinta-feira (29.09), na Capital. Ele encontra-se internado no Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá.

O policial civil, lotado na Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DERRFVA), foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Pronto-Socorro e seu quadro de saude é considerado estável.

As doações de sangue podem ser feitas no Hemocentro do Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá, bem como no Hemocentro da Avenida 13 de junho, bairro Centro. Informar o nome do paciente Emerson Branchier Petsch.

O assalto

O policial Emerson estava acompanhado de outro investigador, Thiago Fabiano Dutra.

Eles seguiam para casa, em um motocicleta pilotada por Emerson e Thiago na garupa.

Nas proximidades do Sesi Papa, em Cuiabá, foram abordados por dois homens armados, que os pararam no meio da rua, anunciando o roubo com armas em punho.

Os policiais sacaram suas armas de fogo e quando os bandidos perceberam, começaram a atirar contra os investigadores, que revidaram a ação criminosa.

Os dois policiais foram atingidos e os bandidos fugiram sem levar nada, nem as armas e a motocicleta. Thiago foi ferido com quatro tiros, na região da perna.

Ele não corre risco de morte. Emerson foi atingido com seis disparos, nas regiões da perna, braço, abdômen e peito.

Segundo boletim médico, o policial encontra-se na UTI em quadro lúcido e estável.

As investigações estão sendo realizadas pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), que apura crimes envolvendo policiais civis na região metropolitana, com apoio da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), e demais unidades policiais de Cuiabá e Várzea Grande.

O primeiro atendimento da ocorrência foi feito pela Polícia Militar, que efetuou as primeiras rondas em buscas dos bandidos.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *