COMODORO

Comerciante é preso em cidade de MT acusado de comprar votos para candidata a prefeita

Em Comodoro, um comerciante foi preso sob a acusação de compra de votos em favor de uma candidata a prefeita.

Segundo a denúncia, dentro do seu estabelecimento comercial voltado para comercialização de calhas, estavam armazenados vários fardos de roupas para ser doados aos eleitores indígenas, na campanha eleitoral.

O comerciante informou a polícia que os 24 fardos de roupas foram comprados pelo esposo de uma candidata a prefeita no município e que o mesmo deixou as roupas com ele para serem doadas em uma comunidade indígena, na véspera da eleição.

Questionado pela polícia se havia mais roupas, o comerciante informou que em sua residência havia mais 14 fardos, que também haviam sido comprados pelo marido da candidata, para serem distribuídos nas aldeias indígenas na região.

Diante dos fatos, a polícia deu voz de prisão ao comerciante e o encaminhou para a Central de Operações da Policia Militar de Comodoro, para confecção do boletim de ocorrência.

O comerciante pagou fiança de R$ 8.800 e colocado em liberdade. O juiz Marcelo Resende conduz as investigações.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *