FILHOS DE GEPETO

Gaeco faz Operação e prende chefe de gabinete de deputado estadual de Mato Grosso

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado – Gaeco –  deflagrou na tarde desta quarta-feira (5), a segunda fase da Operação Ventríloquo, denominada “Filhos de Gepeto”.

Neste momento fora cumprido mandado de prisão preventiva e busca e apreensão expedido em desfavor de Francisvaldo Mendes Pacheco, Chefe de Gabinete do deputado estadual Romoaldo Júnior (PMDB).

A operação Ventríloquo foi deflagrada em julho de 2015, onde o ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Geraldo Riva, foi preso, além de um ex-servidor e um advogado.

Em abril deste ano, José Riva admitiu que participou de um esquema de desvio de recursos da Assembleia Legislativa.

A fraude foi descoberta na Operação Ventríloquo onde em torno de pouco mais de R$ 9,3 milhões foram desviados da Assembleia Legislativa para o pagamento de uma dívida junto a um banco privado.

A confissão de Riva foi feita à juíza Selma Rosane Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá.

A mudança de comportamento de Riva ficou atrelado ao fato dele ter ficado vários meses preso no Centro de Custódia de Cuiabá ao longo de 2015 e este ano.

O advogado que patrocina a defesa de Riva, Rodrigo Mudrovitsch, diz que isso não é uma delação premiada, mas sim a confissão para também se obter benefícios da lei.

No caso da confissão de Riva, ele citou que pelo menos dois deputados estaduais teriam sido beneficiados com o suposto esquema.

Mais informações em instantes…

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *