SE DERAM MAL

Dois homens são presos com veículo adulterado em vistoria no Detran de MT

Mais um veículo roubado foi apreendido e dois homens suspeitos presos, na terça-feira (04.10), durante ação conjunta da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de veículos Automotores (DERRFVA), da Polícia Judiciária Civil, com o Departamento de Trânsito de Mato Grosso (Detran).

O veículo Fiat Uno, com registro de roubo e vários vestígios de adulteração de sinais identificadores e placas falsas, foi identificado pelos investigadores cedidos ao Detran para atuar no setor da Corregedoria e Coordenadoria de Fiscalização de Credenciados.

As adulterações foram flagradas, inicialmente, no Setor de Vistoria da Sede do Detran, em Cuiabá, sendo confirmadas pelos peritos criminais da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

No momento da fiscalização, o veículo estava na posse de L.V.N., 61, o qual prestava serviços, de maneira informal, de “despachante”, associado a escritório credenciado, já identificado.

Em entrevista, o disse que havia conduzido o veículo Fiat/Uno para vistoria, por solicitação do seu “cliente”, E.P.F., 41 anos, empresário do ramo de funilaria em Várzea Grande, o qual foi rapidamente localizado e detido pelos policiais civis.

Conforme apurado a carroceria do Fiat Uno havia sido trocada, sendo colocada a de veículo semelhante, produto de roubo ocorrido em Cuiabá no ano de 2015.

A partir de então, E.P.F. proprietário de funilaria no bairro Cristo Rei,  tentava regularizar a documentação do veículo, quando acabou descoberto tentando passar na vistoria para “troca de cor do veículo”.

Ainda nos levantamentos preliminares, a Polícia Civil identificou que o suspeito E.P.F. tinha vínculo com A. C. L. da R., o qual, há alguns meses, havia sido preso após praticar crime contra o patrimônio, fazendo uso do veículo Fiat Uno, ora apreendido.

Sendo que naquela situação e tentando empreender fuga, o referido carro sofreu uma colisão.

Segundo o delegado, Marcelo Martins Torhacs, E.P.F chegou a ser preso por aproximadamente duas semanas. Já A. C. L. da R. é conhecido da DERRFVA, devido a sua reiteração criminosa.

“A alegada boa-fé do proprietário do veículo Fiat/Uno não encontra respaldo nos outros elementos de informações coligidos, seja pelo seu envolvimento com conhecidíssimo autor de crimes patrimoniais de veículos, A. C. L. da R., seja pelo fato do veículo ter sido restituído ao empresário de “outra cor”, situação que E.P.F., por trabalhar no ramo de funilaria, teria plenas condições de constatar as irregularidades, a troca da carroceria do veículo”, esclareceu o delegado.

Diante dos fatos, E.P.F., 41, e L.V.N., 61, foram autuados em flagrante pelos crimes de receptação e de adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Posteriormente, os dois envolvidos foram encaminhados, ao Fórum da Capital, para Audiência de Custódia.

Torhacs destacou que a DERRFVA e o Detran irão apurar a conduta de servidores públicos do Ciretran de Várzea Grande, os quais haviam vistoriado o veículo anteriormente e constado “apto”, num veículo adulterado e produto de crime.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *