https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/10/claudinei-lopes-e1571344335906.jpg

SUSPEITA DE LATROCÍNIO

Delegado dá detalhes do assassinato do padre João Paulo em Rondonópolis

Divulgação

O delegado Claudinei Lopes da Polícia Civil em Rondonópolis comentou o assassinato do padre João Paulo.

Ele falou neste domingo à imprensa sobre o caso e revelou que a perícia não encontrou nenhuma perfuração no corpo do religioso, como a imprensa local havia divulgado anteriormente.

VEJA A DECLARAÇÃO DO DELEGADO:

O corpo do padre João Paulo, de 36 anos, assassinado em Rondonópolis deve ser enterrado em Cornélio Procópio, interior do Paraná, nesta segunda-feira (10).

O corpo foi velado na Paróquia São José Esposo, localizada no Bairro Conjunto São José, em Rondonópolis, na tarde deste domingo (9).

Uma necropsia realizada no corpo do religioso apontou morte por asfixia mecânica por estrangulamento.

A informação é da Polícia Civil.

João Paulo estava desaparecido desde a noite deste sábado (8), após participar de um encontro de um grupo de jovens.

O corpo dele foi encontrado no Loteamento Parque Rosa Bororo, em Rondonópolis, na manhã de ontem (9).

A polícia trabalha com a suspeita de latrocínio, já que o carro dele e o celular não foram encontrados próximo do corpo.

Fonte do vídeo: Agora Mato Grosso

Foto: Divulgação

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *