ENTREVISTA À VEJA

Selma diz que quando um deputado indica alguém para administração pública é para fraudar

A juíza Selma Rosane Arruda, da Vara do Combate ao Crime Organizado de Mato Grosso, em entrevista à revista Veja, divulgada nesta terça-feira (11), disse que a corrupção no Estado é sistêmica, ou seja, o roubo do dinheiro público já faz parte da máquina pública.

A magistrada vai além, ela diz que quando um deputado consegue nomear três ou quatro correlegionários na administração pública, esses indicados já vão com a intenção de ‘roubar’ o dinheiro público.

“Óbvio que é para fazer fraude e te trazer dinheiro. Não existe outra forma”, diz Selma.

Ela também comentou que quando assinou a prisão preventiva de Silval Barbosa (PMDB) e do ex-deputado José Riva, provocou medo geral. “Quando falam que vai ter operação é uma correria só”, diz a juíza, em trecho da revista Veja. Leia mais aqui.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *