https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/09/emanuel-pinheiro.jpg

ELEIÇÃO EM CUIABÁ

Emanuel promete não atrasar salário de servidor e cumprir pagamento da RGA

Emanuel ponderou que existem formas de se enxugar a máquina pública para enfrentar a crise na arrecadação de impostos e tributos

Grande defensor dos interesses dos servidores públicos, o candidato a prefeito por Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), garantiu que os salários dos trabalhadores não atrasarão durante sua gestão, nem serão escalonados, caso seja eleito.

Além disso, o peemedebista assumiu que os direitos dos trabalhadores serão respeitados, como o pagamento integral da Revisão Geral Anual (RGA).

Emanuel ponderou que existem formas de se enxugar a máquina pública para enfrentar a crise na arrecadação de impostos e tributos vivida pelos governos. Uma delas é a implantação do controle eficiente dos gastos públicos, evitando desperdícios.

“Nossa proposta é modernizar a gestão, promovendo o equilíbrio fiscal e das contas públicas”, explicou.

Além disso, visando a boa aplicação dos recursos públicos, Emanuel ressaltou o fortalecimento dos mecanismos de controles internos e externos, visando dar transparência e lisura à gestão.

“Queremos decretar tolerância zero à corrupção. Não aceitaremos qualquer tipo de desvios ou má aplicação do dinheiro público”, pontuou.

O candidato também destacou a importância dos servidores na administração pública, para a implantação das políticas e bom atendimento à sociedade.

“Salário é responsabilidade, é compromisso prioritário e obrigação de todo gestor público. Não se pode deixar de pagar o direito sagrado do trabalhador”.

Entretanto, o peemedebista considera a possibilidade de enxugamento de alguns cargos comissionados visando à economia dos recursos, para que investimentos sejam feitos.

“Queremos realizar concurso público, como para a implantação da Guarda Municipal, respeitando o limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal com a folha salarial que é de 60%, conforme prevê o artigo 19, inciso III. Administraremos com responsabilidade e respeito”.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *