https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/12/WILSON-SANTOS1.jpg

ELEIÇÃO EM CUIABÁ

Lideranças preveem vitória de Wilson; tucano cutuca Emanuel por ‘fuga’ nos debates

Divulgação

Quando o candidato a prefeito Wilson Santos (PSDB) entrar no estúdio da TV Centro América (afiliada da Rede Globo), na próxima sexta-feira (28), para participar do último debate do segundo turno da disputa pela Prefeitura de Cuiabá, já deverá estar à frente das pesquisas de opinião pública sobre tendência do eleitorado.

A projeção partiu dos principais líderes e coordenadores da coligação Dante de Oliveira, ao receberem o presidenciável Aécio Neves, senador mineiro e presidente nacional do PSDB; o vice-presidente, senador paraibano Cássio Cunha Lima; e o líder do PSDB na Câmara Federal, deputado baiano Antônio Imbassahy.

Um dos mais confiantes é o secretário Paulo Zamar Taques, da Articulação Política do Estado, ao tratar a fuga do candidato a prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) dos vários debates, em importantes veículos de comunicação, como ‘jus esperneandi’.

“Para quem está prestes a sofrer uma derrota, o direito cunhou uma frase em latim que retrata o momento do nosso adversário, mediante a queda nas pesquisas e a insistente fuga dos debates: é jus esperneandi. Ou o sagrado direito de espernear”, ironizou Paulo Taques, que tirou licença para se engajar na campanha.

Um dos coordenadores políticos da coligação e presidente eleito da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (PSB), também é da tese de que, mantida a curva vertical, Wilson deve ultrapassar Emanuel antes do último debate. “É por isso que estão desesperados, fugindo dos debates. E tentando criar factoides para buscar uma possível virada de mesa, no tapetão, com recurso na Justiça Eleitoral”, avaliou Botelho.

Para o vereador reeleito Toninho de Souza (PSD), o mais votado à Câmara de Cuiabá neste ano, Wilson Santos já demonstrou em eleições anteriores a capacidade de virar o jogo. “Não será a primeira vez que Wilson faz isso. Ele possui uma inserção na cuiabania que as pesquisas não detectam, pois é um voto fiel e silencioso”, completou Toninho.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *