FRAUDES NA SEDUC

Juíza marca data para investigado da Operação Rêmora colocar tornozeleira

A juíza da Vara de Combate ao Crime Organizado, Selma Rosane Arruda, mandou intimar a defesa de Wander Luiz dos Reis para que o mesmo compareça no dia 4 de novembro, às 13h30, no Fórum Criminal, em Cuiabá, para a colocação de tornozeleira eletrônica.

Wander Luiz dos Reis teve a sua prisão revogada nesta quinta-feira (27) pela própria magistrada.

Ele foi superintendente de Infraestrutura Escolar da Secretaria de Educação de Mato Grosso e preso desde maio na primeira fase da Operação Rêmora no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC).

No dia da Operação, 3 de maio, Wander não estava em Cuiabá. O servidor estava em férias na cidade de Natal. Lá, ele foi preso pelo Gaeco do Rio Grande do Norte.

Segundo as investigações, Wander teria sido plantado na Seduc para tratar de interesses dos empresários, mas acabou sendo trocado por outro servidor, Moisés Dias da Silva, já que não estaria mais correspondendo as expectativas do grupo.

Moisés também foi preso e acusado de envolvimento. Wander e Moisés são os dois únicos investigados que conseguiram a liberdade.

Para ser solto, Wander Luiz dos Reis teve de pagar fiança no valor de R$ 22 mil. Além da tornozeleira, a juíza Selma Rosane Arruda determinou outras medidas cautelares: comparecimento mensal em juízo para informar e justificar atividades; proibição de acesso a qualquer repartição pública em Mato Grosso, especialmente a Seduc; proibição de manter contato com os demais acusados e testemunhas do MPE; proibição de se ausentar do Estado sem autorização do juízo; recolhimento de passaporte.

O ex-secretário Permínio Pinto Filho (PSDB) , o empresário Giovani Guizardi e o ex-assessor especial da Seduc, Fábio Frigeri, continuam presos. Frigeri vem tentando negociar uma delação premiada para conseguir a liberdade

A Operação Rêmora, que está na segunda fase, investiga uma suposta organização criminosa que atuava em licitações e contratos administrativos de obras públicas de construção e reforma de escolas da Secretaria de Estado de Educação (Seduc/MT).

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *