OPERAÇÃO RÊMORA

Depoimento de testemunha à Justiça envolve o nome do deputado federal Ságuas Moraes

A fase de instrução da ação penal oriunda da operação Rêmora teve início ontem, terça-feira (08), com a oitiva das testemunhas de acusação, arroladas pelo Ministério Público Estadual (MPE).

O interrogatório foi conduzido pela juíza Selma Rosane de Arruda, titular da 7ª Vara Criminal de Cuiabá.

A a magistrada colheu apenas o depoimento de José Henrique Marimon Stephan, administrador de uma das empresas que teriam envolvimento no esquema.

Na oportunidade, ele afirmou que ouviu seu patrão, o empresário Mário Salém, dizer que parte da propina cobrada pelas obras na Secretaria de Educação do Estado ajudou a custear a campanha do deputado federal Ságuas Moraes (PT).

O parlamentar petista atuou como secretário de Educação na gestão de Silval Barbosa (PMDB). A testemunha, entretanto, não entra em detalhes sobre o possível envolvimento de Ságuas na cobrança de propina. Com Diário de Cuiabá

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *