https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/11/Tampinha_12.jpg

SITUAÇÃO DELICADA

Em vídeo, aliado diz que Estado é de ‘Decepção’ e cobra repasses para Saúde

O deputado federal (suplente) José Augusto da Silva Curso, o Tampinha, usou a tribuna da Câmara Federal, em Brasília, nesta quarta-feira (9), para criticar o governo Pedro Taques (PSDB) na área da Saúde.

Tampinha, que é aliado do Executivo de MT, chegou a dizer que o Estado não é de Transformação, slogan do governo tucano, mas sim de ‘Decepção’.

O parlamentar cobrou do Governo que sejam feitos repasses para os hospitais regionais e filantrópicos para evitar o colapso no sistema.

VEJA DEPOIMENTO:

O secretário de Estado de Saúde, João Batista Pereira da Silva, reforçou nesta quarta-feira (09.11) que o Governo se empenha em regularizar os repasses da saúde para os municípios até o final deste mês. João Batista observou que o Executivo Estadual aguarda o repasse federal de R$ 109 milhões a título de repatriação. Deste montante, a Secretaria de Saúde receberá o aporte de R$ 70 milhões para pagamento dos hospitais regionais, aquisição de medicamentos, repasses aos municípios e pagamento de fornecedores.

“Assim que recebermos os recursos, vamos regularizar os repasses da saúde nas cidades. Estamos fazendo uma força-tarefa para direcionar recursos financeiros e orçamentários para esta área como prioridade”, afirma João Batista.

Na avaliação do secretário, o trabalho em conjunto com os órgãos de controle, como o Tribunal de Contas do Estado, irá contribuir para o aprimoramento dos investimentos. “Especialmente neste momento de crise econômica, a atuação conjunta com os órgãos de controle contribuirá para otimizar nossos investimentos e, principalmente, garantir o direito à saúde nas cidades. Somente unidos vamos melhorar a situação de calamidade que é histórica em nosso Estado”, finalizou.

O dinheiro da repatriação vem de valores aplicados por pessoas físicas e jurídicas de forma irregular no exterior. A União anunciou que arrecadou R$ 46,8 bilhões oriundos dos investidores que aderiram ao programa de regularização de ativos, que teve o prazo encerrado recentemente.

Os repasses ao Governo do Estado serão feitos em três datas, junto com o Fundo de Participação dos Estados (FPE). Uma parte no dia 10, a outra no dia 20 e, a última, no dia 30 de novembro. A programação financeira já está disponível no site do Ministério da Fazenda.

Ações em Saúde

Em 2016, o Governo de Mato Grosso já investiu quase R$ 2 bilhões em saúde. O município de Cuiabá, por exemplo, recebeu mais de R$ 90 milhões em investimentos no setor, com repasses mensais para a alta e média complexidade, manutenção do Hospital São Benedito e construção de novas unidades. Para as demais regiões do Estado, os investimentos ultrapassam R$ 1,8 bilhão entre ações, serviços e obras.

O novo Hospital e Pronto-Socorro de Cuiabá está sendo construído com o aporte do Governo de Mato Grosso, que irá investir R$ 50 milhões para esta unidade, orçada em R$ 80 milhões. O hospital terá 315 leitos, sendo 40 para Unidades de Terapia Intensiva (UTI), um Centro de Diagnósticos e um Centro Ambulatorial.

Além disso, o Governo de Mato Grosso ajuda a prefeitura a manter o funcionamento do Hospital São Benedito, com o repasse mensal de R$ 2 milhões. E também investe R$ 2 milhões por mês para o Pronto-socorro de Várzea Grande e UPA Cristo Rei.

Outra ação de Governo que tem a saúde como ponto central é a Caravana da Transformação. Em sua terceira edição, o evento realiza gratuitamente cirurgias de catarata e pterígio, além de atendimentos odontológicos e diversos outros serviços em cidadania. A primeira edição foi em Barra do Bugres, a segunda, em Peixoto de Azevedo, e agora ocorre a terceira em Canarana até o dia 12. Com esta terceira edição, a Caravana chegará a oito mil cirurgias de catarata, pterígio e Yag laser.

Veja Mais

Um comentário em “Em vídeo, aliado diz que Estado é de ‘Decepção’ e cobra repasses para Saúde”

  1. Luiz Carranza disse:

    Nao tenho nenhuma procuraçao pra falar pelo governo…mas da ” a cesar o q é de cesar”…o caos de MT nao é privilegio dele…mas dos gestores q passaram e deixaram o rastro de destruiçao!!!
    Resultado….goveenador… secretarios tdds na cadeia!!!
    Mas isso tddo é suficiente pra colocar o estado nos trilhos!!!
    Pela irresponsabilidade fiscal(aumenros de salarios…de gastos…tddo acima do legal!!!
    Mesmo assim ainda consegue fazer algo pela saude!!!
    Assim as demais areas e a propria saude fica comprometuda…pois os efeitos dos escandalos e de desvios q nao param de ser descobertos tem os estragos agra neste governo!!!
    Pois nao é???

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *