https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/Oscar-na-tribuna-Mauricio-barbant.jpg

VLT DA DISCÓRDIA

Oscar diz que MT pode vender vagões e chama Riva de lobista; OUÇA

Assessoria

O deputado estadual e presidente da CPI das Obras da Copa na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Oscar Bezerra (PSB), em entrevista a uma rádio de Cuiabá, nesta quarta-feira (16), disse que uma cidade do Brasil está interessada em comprar vagões do Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT.

Segundo Bezerra, esses vagões seriam os que teriam sido comprados a mais pela gestão de Silval Barbosa (PMDB), chamados de excedentes.

O valor a ser negociado seria em torno de R$ 150 milhões.

Para o parlamentar, o recurso é interessante do ponto de vista que o novo secretário de Cidades, Wilson Santos (PSDB), pode com o dinheiro da venda dar início às obras paradas desde dezembro de 2014.

De acordo com o presidente da CPI, a conclusão do trecho do aeroporto ao CPA estaria garantida com a venda desses excedentes.

O valor gasto pela gestão de Silval foi de R$ 500 milhões para adquirir 40 vagões, mas apenas 32 carros seriam necessários para o trem funcionar.

Ainda sobre a CPI das Obras da Copa, que engloba o VLT, o deputado citou pelo menos sete políticos culpados, entre eles Silval Barbosa, Maurício Guimarães, Carlos Brito, Eder Moraes.

Sendo que no caso do ex-presidente da Assembleia Legislativa, o ex-deputado José Riva, Bezerra atribuiu ao ex-parlamentar o apelido de lobista pela escolha do modal.

OUÇA PARTE DA ENTREVISTA DE OSCAR BEZERRA:

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *